Aparência X Realidade: como nos acostumamos a disfarçar as emoções

Por: Ane Caroline Janiro – Psicóloga CRP 06/119556

Parceiro: Psicologia Acessível – http://psicologiaacessivel.net

Esta animação ilustra bem o quanto nós, especialmente quando adultos, aprendemos a disfarçar as nossas emoções por meio de máscaras, expressões faciais que se mantém neutras, mesmo quando por dentro vivenciamos diversos sentimentos.

Algo muito comum em tantas situações. Fazemos uso de expressões de neutralidade para disfarçar, por exemplo, o péssimo dia no trabalho ou uma briga de casal e nos vestimos com um sorriso de “está tudo bem” ao nos encontrarmos com amigos no happy hour. Para quem está de fora, é como se nada tivesse acontecido. E tudo bem, preferimos evitar explicações ou refletir sobre o que estamos sentindo.

Mas a sociedade também nos leva a esconder as emoções positivas. Como mostra a animação, não é difícil nos fecharmos em nossas expressões neutras mesmo quando, por dentro, estamos extremamente felizes. Caminhamos pela rua, por exemplo, com “cara de poucos amigos”, afinal, poderia parecer loucura sorrir à toa e para estranhos. Forçamo-nos a não perceber ou a não nos entregarmos a pequenos acontecimentos do dia a dia.

A tela no vídeo é dividida em duas partes, uma representa a expressão facial e corporal aparentes e outra representa a emoção real. Curiosamente, em determinado momento aparece uma criança no vídeo e… A tela se une! Insinuando então que as crianças expressam de forma real suas emoções, não se prendendo às convenções sociais.

Fonte: Revista Crescer

Acompanhe: Observações da Psicologia – https://www.facebook.com/observacoesdapsicologia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s