O dia da mulher.

imageLembro quando era criança… Todo dia 8 de março meu pai, minha família, os professores me davam parabéns pelo dia da mulher. Achava um máximo, cheguei a ganhar até flores.

Até que fui crescendo e comecei a ouvir: “Não deve ser fácil ser mulher nesta nossa sociedade” ou “Oh, cuidado com a roupa que você veste, porque você é mulher” ou “Sabe como ele é. É homem, tudo bem”. E comecei a refletir: “Meu Deus! Será que é bom ser mulher nesta sociedade?!”.

Hoje entendo o significado do dia 8 de março, mas para mim há um lado triste ainda. Pois precisamos mostrar aos outros que merecemos o nosso espaço também. Antes que alguém fale que sou feminista, na realidade eu só penso no direito de qualquer ser humano. Acho que a mulher também não pode menosprezar o homem.

Nós só viveremos em um mundo com paz quando aprendermos a aceitar o outro com as suas diferenças. O homem e a mulher são diferentes biologicamente – impossível discutir isto e cada um fará a escolha de como quer seguir sua vida. E tudo isto precisa ser respeitado!

Enquanto não aceitarmos o diferente, ainda teremos que ter o dia da mulher, o dia da consciência negra, o dia do homem, o dia do índio…  Espero que um dia estas datas sumam dos calendários ou que tenham um novo sentido.

E quem sabe um dia perceberemos que somos todos seres humanos e o belo é ter sua particularidade, neste sentido não podemos nos igualar – eu gosto de ser quem eu sou.

Amanda Fornaciari Augusto – Psicóloga CRP 06/118369

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s